AAMEH – Projetos

A AAMEH é uma associação privada sem fins lucrativos fundada em 2013 pelo impulso de famílias, professores e amigos da Casa Ametista – Jardim de Infância Waldorf. Inicialmente ela foi constituída para ser a mantenedora do Jardim de Infância, mas sempre houve a aspiração que esse impulso também pudesse manter demais iniciativas antroposóficas. 

São objetivos da associação:

– a manutenção de escolas, seminários pedagógicos, cursos livres e outras instituições educacionais ou assistenciais, cujas atividades se baseiam na Ciência Espiritual Antroposófica e na pedagogia Waldorf;

– a promoção de outras iniciativas baseadas na Ciência Espiritual Antroposófica ou de atividades educacionais e filantrópicas nela baseadas, inclusive editoriais;

– a manutenção e a administração de fundos cujos recursos serão aplicados visando à solução de problemas das instituições ou atividades mantidas;

– o exercício e a divulgação de atividades de caráter cultural, científicas e artísticas, sempre de acordo com a proposta da Ciência Espiritual Antroposófica.

A AAMEH tem como base a autogestão e o processo sociocrático como filosofia de trabalho. Ser um associado da AAMEH fortalece as iniciativas livres e parcerias em prol da educação humanizada.


Conheça nossos Projetos

                  Casa Ametista

Nasceu em 2008 através um grupo de famílias e da professora pioneira Daniele Micheline Wagner, para fazer viver uma iniciativa associativa de educação infantil fundamentada na Pedagogia Waldorf. Atualmente sediada no bairro Petrópolis nossa Casa acolhe 12 famílias na turma de maternal, 18 famílias na turma de jardim e 6 profissionais. Todos os processos da Casa Ametista são mantidos via trabalho das famílias e professoras dentro das comissões de trabalho.


                                                              Projeto Aurora

Nasceu em 2016 com impulso do corpo pedagógico e especial dedicação da Professora Giovanna Ruberti um espaço de acolhimento e atenção ao primeiro triênio de vida. Hoje o projeto Aurora cresce como uma proposta singular de acompanhamento parental onde adultos e crianças pequenas convivem com o acompanhamento da Pedagoga referência. Através de encontros semanais em pequenas turmas há a convivência das crianças pequenas acompanhadas de seus cuidadores. Em um espaço e ritmo adequados as suas necessidades. Mensalmente os adultos são acolhidos em vivências, estudos e partilhas acerca da primeiríssima infância. O Projeto Aurora também é autogerido, zelado e aparado pelas famílias da Casa Ametista.

 


Escola Comunitária Arvorecer

Um antigo sonho que morava em muitos corações de famílias e professores não só da Casa Ametista como das demais iniciativas Waldorf de nosso estado: ampliar o acesso à Pedagogia Waldorf e oportunizá-la na rede pública de educação. Através de uma parceria que reúne a AAMEH, a Rede Calábria, a Prefeitura de Porto Alegre e o trabalho de muitos entusiastas da proposta está sendo gestada a primeira escola Waldorf com vagas públicas do Rio Grande do Sul, situada no bairro Higienópolis, Porto Alegre. A Escola está sendo projetada para atender de jardim a 9o ano. Para 2021, pretende-se construir as primeiras salas para atendimento das turmas de jardim e 1o ano e ir crescendo ano a ano. Além do trabalho voluntário de famílias e professores da Casa Ametista, a AAMEH, tem a especial tarefa de colaborar com o processo de formação continuada dos professores com base na Pedagogia Waldorf e com o desenvolvimento da cultura institucional de autogestão e trimembração social para que a comunidade da escola se integre ao processo vivo do fazer comunitário.


                                                                     Entorno Educativo Rural

Valores em torno do resgate da cultura da terra no tripé saúde, educação e a agricultura, são práticas que buscamos valorizar em nossos projetos. Nossa comunidade majoritariamente urbana vê a necessidade do contato com o meio rural para os adultos e crianças. Para o jardim de infância o fazer do adulto naturalmente alimenta o brincar da criança. O contato genuíno com a terra e seus ciclos e todos os fazeres que o ambiente rural oferece proporciona uma educação viva. Sentimos esses fazeres como algo valioso e que precisa ser garantido principalmente diante da evolução digital de nossa sociedade. Nos inspiramos na pedagogia do fazer para aproximar adultos e crianças de fazeres genuínos e com sentido para o ser humano.

Nossa perspectiva é ampliar o atendimento em nosso entorno educativo, com trabalho de contra turno para as crianças e famílias locais da zona rural de Viamão, além de fomentar a agricultura orgânica e biodinâmica entre nossa comunidade através do contato direto com quem se empenha com o cultivo da terra.

Temos muita admiração pela Pedagogia do fazer e queremos preparar as “escolas do futuro” onde o fazer com sentido dentro de um ambiente agrícola traz ainda mais vigor ao belo currículo artístico promotor de saúde e resiliência.


Formação de professores

A AAMEH tem muita alegria em poder apoiar o processo de sensibilização à educação humanizada principalmente ao que tange poder compartilhar deste processo com os professores da rede pública e demais entidades dedicadas a primeira infância. A AAMEH em parceria com o Instituto Maiana traz a Porto Alegre o Programa Nós da primeira infância, um curso de ampliação pedagógica e social voltado a professores, diretores, coordenadores pedagógicos e educadores de CEIs, EMEIs, CEMEIs, EMEFs, conveniadas e terceiro setor.